Artigos
18/12/2020

Vacina: esperança e transparência

 Eduardo Braga*

 
 
Nenhum de nós imaginava que o pesadelo do novo coronavírus seria tão longo. Nem que o contágio fosse tão devastador. Mas o tsunami que devastou nossa economia e já matou mais de 175 mil brasileiros não dá sinal de trégua. Pelo contrário. Há indícios alarmantes de novo avanço da pandemia no país.
 
O isolamento social, que já rendeu tanta polêmica e até disputas políticas inaceitáveis, foi e ainda é necessário para frear o contágio. Mas é difícil exigir da população, dos trabalhadores e das empresas uma dose ainda maior de sacrifício. Não dá, tampouco, para ignorar que chegamos ao limite em termos fiscais. 
 
A boa notícia vem da ciência, que anuncia a esperança de três ou mais vacinas até o início do próximo ano. É imprescindível, no entanto, evitar os erros de coordenação e gestão que têm marcado o enfrentamento da pandemia no Brasil. Num país continental como o nosso, será necessário um esforço gigantesco no planejamento de produção e distribuição das vacinas.
 
Como planejar a distribuição da forma mais ágil e ampla possível? Temos estrutura para armazenagem? Como garantir a qualidade e a segurança da imunização?  São algumas das respostas que o Estado precisa dar a todos, de forma clara.
 
Foi com essa preocupação que apresentei projeto criando uma carteira digital de vacinação e um processo de rastreamento de vacinas e soros no âmbito do Programa Nacional de Imunização. O objetivo é garantir o controle e a transparência ao longo de todo o processo da vacinação, da origem ao consumo.
 
Essas informações não podem, em hipótese alguma, ficar restritas ao governo e autoridades sanitárias.  A população, que já sofreu tanto com essa pandemia, tem o direito de saber quando e como vai ter acesso à vacina, qual o grau de segurança e eficácia da imunização, os possíveis efeitos colaterais, os critérios de distribuição.
             
Juntos, vamos passar por esse tsunami, retomar nossa rotina e reconstruir o país.

*Senador pelo MDB/AM
Leia Mais
Senado Federal Anexo 1, 12 Pavimento Brasília - DF.
(61) 3303-6230
© 2019. Senador Eduardo Braga - Todos os direitos reservados.