ACOMPANHE NAS REDES:

Notícias

Braga questiona Ministério de Minas e Energia sobre a venda do Campo de Azulão, na Bacia do AM

Foto: Vagner Carvalho

Braga questiona Ministério de Minas e Energia sobre a venda do Campo de Azulão, na Bacia do AM
30/05/2017

Presidida pelo senador Eduardo Braga (PMDB/AM), a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) aprovou, nesta terça-feira (30/05), requerimento de autoria dele que pede esclarecimentos ao ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, sobre a decisão da Petrobras de vender sua participação no campo de gás de Azulão, na Bacia do Amazonas. A companhia anunciou a oferta em 15 de maio.

O senador explica no documento que a estatal “deve justificar por que quer desistir de empreendimento com viabilidade econômica assegurada, sobretudo após a construção do linhão Tucuruí – Macapá – Manaus, e de tamanha importância para a região”. O campo de Azulão, destaca o senador no requerimento, ocupa uma área de 53 km² e tem uma reserva estimada em 4,7 bilhões de m³ de gás natural.

“Esse campo fica exatamente debaixo do linhão de Tucuruí para Manaus. Portanto, uma usina a gás construída debaixo desse linhão é praticamente uma mina de ouro. Eu não entendo a razão para a Petrobras levar à venda um ativo como esse”, declarou o senador.

Entre os questionamentos que apresenta ao ministro, Eduardo Braga pergunta se a “decisão guarda alguma relação com as dificuldades enfrentadas no funcionamento do linhão Tucuruí – Macapá – Manaus”. Outro item apresentado é se “a venda de concessão está de alguma forma relacionada com o fato de que ela foi alvo da operação Lava Jato por suspeita de superfaturamento no projeto de uma usina térmica”.


Audiência pública – Na próxima terça (06/06), o colegiado comandado pelo senador amazonense realiza audiência pública em que serão debatidas soluções e alternativas à crise de fornecimento de combustível necessário à geração de energia no Amazonas.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, é um dos convidados para o debate, além do presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior; o presidente da Petrobras, Pedro Parente; o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), Paulo Pedrosa; o secretário de Energia Elétrica do MME, Fábio Lopes; o diretor-Aneel, Romeu Rufino; o diretor presidente da Eletrobras Distribuição Amazonas, Francisco Romário Wojcicki, e o diretor presidente da Amazonas Geração e Transmissão de Energia, Wady Charone Júnior.

 

 

Fonte: Assessoria de imprensa

Destaques

Coligação União Pelo Amazonas - PMDB • PR • Solidariedade • PCdoB • PTB • PSDC