Notícias
14/05/2021

Emendas de Eduardo são decisivas para FCecon atender pacientes com Covid-19

O senador Eduardo Braga (MDB/AM) destinou R$ 4 milhões em emendas ao Orçamento da União para a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon), por meio do Fundo Estadual de Saúde (FES). Os recursos são do ano passado, do início da primeira onda da pandemia do novo coronavírus, mas até hoje estão sendo decisivos no trabalho de enfrentamento da Covid-19.

 

Com os recursos foram adquiridas 307.702 unidades de Produtos Para Saúde (PPS) para tratamento da doença. Ao todo são medicamentos para tratamento do coronavírus, Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) – máscaras e aventais -, testes rápidos para Covid-19, rouparia cirúrgica para enfermaria e o Centro de Tratamento Intensivo (CTI), lençóis e roupas privativas.

 

Fundada em 1974, como Centro de Oncologia (Cecon), a unidade hospitalar foi transformada, em 1989, em Fundação. Em 2005, o então governador Eduardo Braga inaugurou o prédio moderno da FCecon, garantindo mais conforto no atendimento. A instituição é reconhecida como referência no diagnóstico e tratamento do câncer em toda a Amazônia Ocidental.

 

─ Trata-se de uma instituição importantíssima para o Amazonas e a qual tenho muito carinho. Quando governador, deixei a FCecon com um renomado corpo clínico de diversas especialidades médicas para os principais tratamentos oncológicos. E hoje conseguimos recursos para garantir atendimento à pacientes com Covid-19, o que nos deixam felizes -, destacou o senador Eduardo.

 

Momento certo ─ De acordo com o diretor da FCecon, Gerson Mourão, as emendas chegaram no momento mais crítico da crise sanitária no Estado, e no período que a Fundação mais precisava. “Os recursos estão sendo de total importância, porque chegaram no momento em que a gente estava se organizando para enfrentar essa terrível doença”, afirmou.

 

No ano passado, o hospital registrou uma média mensal de 1.764 pacientes atendidos com a doença. Atualmente a FCecon conta com 23 leitos para tratamento da Covid-19. Do total de R$ 4 milhões, Monteiro informou que, até hoje, foram investidos R$ 1.671.241,44 em materiais hospitalares farmacológicos, químico, laboratoriais, gêneros alimentícios, uniformes e aviamentos.

 

O diretor da Fundação informou, também, que o saldo de R$ 2.328.758,56 será aplicado na aquisição de mais 3,2 mil testes rápidos para diagnósticos da Covid-19 (imonogramatográficos), 1 mil unidades de Azitromicina (500mg), 10 mil unidades de material farmacológico e 4.250 unidades de rouparias descartáveis em Tecido Não Tecido (TNT).

 

 

Assessoria de Imprensa

 

Deixe seu Comentário

Nome:

Email:

Mensagem:

Leia Mais
Senado Federal Anexo 1, 12 Pavimento Brasília - DF.
(61) 3303-6230
© 2019. Senador Eduardo Braga - Todos os direitos reservados.